Como escolher um anime

Queria pedir desculpas pelo atraso do post, estou em semana de prova, então já viu, é só correria e falta de tempo. Vou me esforçar pra não ficar tanto tempo sem postar nada, então, chega de lenga lenga.

Vivemos em um mundo onde quatro vezes ao ano são lançados em uma pequena ilha, muito longe do nosso país tropical, dezenas de animes, os quais são divididos em 4 temporadas, nessas épocas todos os blog pipocam com informações do que deve ser bom, apostas, o que você não pode deixar de ver e o que é descartável, deixando de lado as dezenas de animes da temporada passada que acabaram de terminar, e dos milhares de animes que já tiveram seus lançamentos há muitos anos atrás.

Após essa mini introdução, que nem explicou do que esse texto se trata, já devo esclarecer que esse não é um post que vai te ensinar como saber qual anime você deverá assistir, por mais que o título diga o contrário, mas (agora vem a parte que explico o objetivo do post) gostaria de descobrir a forma como vocês, que leem esse blog, otakus, otomes, pessoa perdida na internet, mãe, escolhem e se organizam para escolher qual anime assistir no meio desse oceano de escolhas. E, para que o post não acabe aqui e fique extremamente pequeno enrolarei mais alguns parágrafos descrevendo a situação e contando como eu faço minhas escolhas.

Começou essa semana a chamada Temporada de Outono 2012, e antes que possamos terminar de assistir aquele anime da temporada passada que alguém nos recomendou já somos metralhados com mais 7 animações de garotinhas moes que muito parecem continuações ou spin-offs daquele mesmo anime que estávamos terminando de ver. Eu particularmente tenho sempre a sensação de estar perdendo algo muito bom meio a tantos lançamentos. Mas talvez esse tesouro não esteja nesse barco, talvez esteja em outro que já passou há muito tempo.

Tenho uma amiga mais nova que passou a começar a ver animes esse ano e ela assistiu Fairy Tail, Sword Art Online e Another, todos animes muito recentes, os dois últimos tiveram seus lançamentos esse ano, e segundo ela todos seus amigos da escola que também assistem os desenhos japoneses assistem esses. O que me intriga aqui é, eu estou ficando velho! Quando comecei no mundo dos animes de verdade (fora TV globinho etc.) minha primeira experiência foi Naruto, e as crianças de hoje já assistem outros animes que vieram depois do ninja de cabelos descoloridos! Até mesmo animes que saíram esse ano, dessa temporada, talvez pelo fato de serem tanto comentados na internet eles tenham tomado conhecimento deles e ido assistir, já que tanta gente fala tanto sobre o que está sendo lançado pelos blogs afora, o que nem existia na minha época (meu vô fala assim ;( ) e talvez isso possa ser um problema.

Não estou dizendo que é um problema começar a ver animes com os que estão saindo agora, nada disso, o que quero dizer é que existe muito material de alta qualidade que já foi lançado, e conforme mais coisas vão saindo menos se fala do que já existia, é muito mais comum ver post sobre as primeiras impressões ou sobre encerramentos dos anime da temporada do que um post sobre a influência de Dragon Ball na colonização das índias, ou seja, os animes antigos vem perdendo o espaço até mesmo nos blogs que, em sua grande maioria, são escritos pelos fãs que tiveram a infância tocada pelo menino com rabo de macaco. O que de certa forma é compreensível, afinal se torna até difícil falar sobre o passado em uma época em que o tempo que você levou para chegar até esse ponto do texto já foram lançados mais 5 animes diferentes (estatística com 99% de margem de erro, talvez 100%). Mas mesmo com todas essas novidades acredito que essas obras merecem nossa atenção.

O que quero dizer é, as escolhas não devem se limitar apenas ao que é lançado esse ano ou no ano passado, mas o que já foi lançado há muito tempo também deve estar na lista, Yu Yu Hakusho, Inuyasha, Dragon Ball, Hurouni Kenshin, Naruto, One Piece, Berserk, Hellsing, são todos animes muito elogiados e que eu sei que valem muito a pena dar um conferida (mesmo que eu não tenha visto todos).

Dito isso, agora vamos outra parte do texto em que sorteio um carro falo sobre a forma como eu decido o que vou ver. Primeiro eu jogo um dado Assistir um anime não é algo tão simples hoje como era na minha infância, ao menos pra mim, já não tenho aquela disposição e acabo me cansando ou ficando com sono muito rápido, o desenho tem que me empolgar muito para que isso não ocorra, talvez seja mesmo a idade chegando por isso tenho uma rigorosa seleção, que muitas vezes de rigorosa não tem nada (as vezes um simples traço bonito me convence), não assisto mais algo só por que alguém me indicou, sempre dou uma pesquisada antes, ver quem está envolvido na produção e os trabalhos antigos dessas pessoas, conferir se a sinopse da série me agrada (sempre de olho para não pegar nenhum spoiler, hehe ), confirmar se algum amigo meu com o gosto parecido assistiu e a opinião dele, ler as reviews que tem aos montes pela internet, consultar as cartas de yu-gi-oh, e coisas mais simples também, como: se o traço me agrada, o gênero da história, a quantidade de fan service, algo que não costuma me agradar, salvo algumas exceções, e por fim costumo baixar o primeiro episódio e dar uma conferida para ver se gosto, depois disso decido se vou ficar em frente o pc durante X episódios ou se vou jogar Naruto no PS2.

E vocês como é o seu processo de seleção? Assiste qualquer coisa que vier a sua frente? Tem que ter a autorização da mãe? Também usam o coração das cartas? Vamos lá, sem vergonha, comentem, escrevam, enviem um sms, mensagem de voz, se expressem!

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s