Que chegue a você

Acreditem ou não, uma leitora reclamou da falta de shoujo no blog, é claro que ela tem toda a razão, e pensando nisso resolvi finalmente fazer um post que eu enrolava pra escrever já há algum tempo. Sim, é um anime/mangá que todos conhecem, o shoujo de maior sucesso do momento, principalmente no Brasil, e que apesar de todos já terem falado sobre ele em todo canto da internet, mesmo assim acredito que ainda tenho algo pra dizer sobre Kimi ni Todoke que algumas pessoas ainda não disseram.

kimi_ni_todoke

Kimi ni Todoke, que traduzido fica algo como: “Que chegue a você” (essa é a tradução que mais gosto), é com certeza meu shoujo favorito. Mas não por ter um romance fofo, uma personagem meiga e blá blá blá, mas por todos os temas que Kimi ni aborda além do romance. Pra mim o grande diferencial de Kimi ni Todoke não está no que todos veem, não está na relação dos dois personagens principais e na forma como ela é construída. Bom, isso também conta, mas para mim o que diferencia esse shoujo dos outros é a construção da personagem principal Kuronuma Sadako Sawako.

Bem, por onde começar… que tal uma sinopse, pra situar quem não conhece a obra da  Karuho Shiina. Kuronuma Sawako é uma garota extremamente doce que por um pequeno incidente na sua infância acabou sendo confundida com a famosa personagem do filme de terror japonês “Ringu”, conhecido por nós dos olhos abertos como “O Chamado”, esse apelido acaba “pegando” e graças a sua atitude nada natural e um tanto quanto sombria de andar, comer, respirar e existir, todos acabam tendo medo dela e consequentemente se afastando da garota que acaba ficando totalmente sozinha daquele momento em diante, sempre desejando apenas poder agradar de qualquer forma possível essas pessoas que a rejeitam. Com isso Sawako praticamente nunca teve uma relação com ninguém além de seus pais, estando sempre se sacrificando para que seus colegas de classe não tenham que fazer algo que não gostem, chegando ao ponto dela se senti mal por não ter poderes sobrenaturais malignos para corresponder às expectativas dessas pessoas. Isso pode até parecer algo bobo e exagerado, mas calma, paciência.

8dd49d9b81d1e7b08c444e483c8184ecA partir disso mudanças começam a ocorrer e a história verdadeiramente começa. A simplicidade e a forma como Sawako conhece aos poucos as novas relações com outras pessoas e os sentimentos que elas trazem, o modo como ela tem que aprender a lidar com as novas situações que surgem a partir daí, tudo isso é o ouro escondido dentro dessa história incrível, fechando é claro, com os simples e sinceros sorrisos e lágrimas da garota quando se vê experimentando algo que não conhecia antes, seja um abraço, uma caminhada ao lado de amigos, ou passar o natal junto de pessoas que se importam com ela, e que não sejam seus pais, e até ter seus sentimentos mais profundos correspondidos pela pessoa a que eles remetem. Todos esses pequenos detalhes nos fazem sentir mais próximos da garota, e acabam causando uma das coisas que eu mais gosto nos animes, quando eles nos afetam de alguma forma tão profunda, a ponto de nos ensinar algo que levamos para nossa vida, nesse caso, Kimi ni nos faz questionar o quanto damos valor a esses pequenos momentos, que para nós já é tão banal, mas que para essa garota que está experimentando tudo isso pela primeira vez é algo tão maravilhoso que a faz chorar de alegria.

Posso dizer que após terminar de ver a segunda temporada do anime, e ter ido passar o ano novo com amigos me lembrei de quando a jovem assustadora passou por essa experiência, e com certeza consegui aproveitar mais cada riso, cada momento que passei naquele dia, pude dar mais importância a essas pequenas coisas que na verdade significam tanto, e fico muito grato à essa história ter me feito ver as coisas dessa forma.

Muitos reclamam do ritmo muito lento da história, e realmente até tive um bloqueio no começo da segunda temporada, mas acho que até essa lentidão nesses primeiros episódios da segunda temporada tiveram uma certa explicação. A própria abordagem da história é realmente mais lenta, mas como eu disse, a verdadeira beleza desse anime/mangá não está em quando eles vão se declarar, ou se vão se beijar naquele momento ou não, mas na forma como Kuronuma cresce, nas coisas que ela aprende e que acaba também nos ensinando, por isso acho que é uma indicação super válida.

Homem, mulher, garoto, caterpie, não importa o que você é, de uma chance a essa história, talvez ela te ensine algo que realmente valha a pena.

KiminiTodoke2ndSeason311

Lembrando que Kimi ni Todoke, está sendo lançado pela Panini, estando no volume 18 no Japão, e no 13 por essas bandas, indico a compra se você tiver gostado do anime, ou até tenha se identificado com a história pelo o que ouviu e leu por aí, apesar da Panini direto sumir com o título nas suas checklists, e que, se não me engano, já deveria ter alcançado o lançamento japonês se não fosse por isso. E Kimi ni também ganhou uma adaptação em live action, que eu realmente aconselho a vê-la por último, depois de pelo menos ter terminado o anime, já que as coisas acontecem muito rápido nele e vale mais a pena ver a série animada mesmo….

Fiquem agora com mais algumas cenas fofas do anime *-*:

kimi-ni-todoke-02-kazehaya-sawako-by-the-river-after-school

KNT---01

tumblr_m2qwt9xBAY1qgncf4o1_500

PS: Como esse post só saiu por causa dela, na mais justo do que dedicá-lo à você, Thalinda :]

Anúncios

4 respostas em “Que chegue a você

  1. Adorei o seu texto! Acho q depois de falar tão bem desse anime, vou dar mais outra chance!
    Anyways…adoro o seu blog! Continue com o bom trabalho! =)

    • Muito obrigado, legal ter a resposta do leitor, muito mesmo, vai me dar animo pra continuar escrevendo posts 🙂
      Dê mais uma chance sim, talvez vendo as coisas dessa nova perspectiva você até goste.

  2. Bom texto. Porém, não me animei com o anime 😛 .
    Gostei da msg da história, mas não acho que seja o tipo de história (adaptada para as telas) que gosto de consumir. Talvez assista o live action um dia, talvez…

    • Valeu. Mas nem vale a pena assistir o live action pra tentar gostar, pelo menos eu não acho, as coisas passam muito rápido por ele, e não vejo nele essa coisa que mais gosto que descrevi durante o texto.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s